Nossa Missão:

Assistência à infância, Adolescência, juventude e idosa nas áreas de educação, cultura, esporte, saúde, habitação, meio ambiente, lazer e Jurídica na Defesa dos Direitos Humanos.

Sonhar e Acontecer

PARCEIROS

Doe seu cupom

login

História

A Associação Comunitária e Beneficente “Pe. José Augusto Machado Moreira”, nasceu em 1985, em meio às problemáticas que envolviam a região de São Mateus, particularmente o Jardim Vera Cruz, onde se localiza. A morte de um jovem, causada pela polícia, na favela do Jardim Vera Cruz, deixou muitas pessoas indignadas e dispostas a fazer alguma coisa para mudar tal situação. Em virtude disso, iniciaram atendimentos à crianças, adolescentes e famílias da favela, de forma voluntária. Atendiam as gestantes que aprendiam atividades de tricô e crochê e levavam o produto para casa, além de lhes orientar onde deveriam fazer o pré-natal.


Nessa época, os voluntários buscavam captar recursos humanos para que pudessem orientá-las tanto na formação quanto na conscientização, contribuindo para o desenvolvimento do senso crítico e do conhecimento sobre seus direitos e deveres.


Conforme foram organizando o trabalho, iniciaram no ano de 1990, o atendimento a 60 crianças na faixa etária de 2 a 6 anos, de 2ª à 6ª feira, no horário das 06:00h. às 18:00h., desenvolvendo atividades de estimulação, recreação e iniciação escolar. Esse trabalho era realizado na Comunidade Santos Dias, também com pessoas voluntárias e que dependiam de doações dos comerciantes e moradores do bairro para poder oferecer alimentação a essas crianças. Entretanto, em 1992, foi necessário suspender o atendimento, pois, sendo realizado sem convênio, dependendo das doações e do voluntariado tornou-se impossível continuar a desenvolvê-lo.


No mesmo ano a Organização assumiu um projeto conveniado com a Prefeitura de São Paulo para atender 90 crianças e adolescentes, de 7 a 14 anos, no Centro para Crianças e Adolescentes “Pe. Moreira”, na época O.S.E.M. Atualmente este Projeto atende 90 crianças e adolescentes da faixa etária de 6 a 15 anos.


Posteriormente, por volta de 1994, o olhar da instituição começou a ser direcionado para os adolescentes envolvidos com drogas (consumindo e/ou traficando), com a delinqüência, com a infração, pois era muito grande o número de adolescentes envolvidos com tais práticas, e por conta de não haver nenhum atendimento público destinado a essa população, Iníciou um trabalho de aproximação aos chamados “meninos de rua”. A partir desse trabalho, com o tempo, outros adolescentes passaram a se aproximar, alguns até com passagem pela FEBEM.


Quando da retomada das atividades do Fórum Regional de Defesa da Criança e do Adolescente de São Mateus, em virtude da entidade ter participação significativa nos trabalhos do Fórum, foi indicada, em 1998, para assumir um convênio com a FEBEM-SP, e a coordenação dos trabalhos de atendimento à adolescentes que cumpriam medida sócio-educativa de Liberdade Assistida, com proposta de atendê-los na comunidade onde moravam. Atualmente atendem a180 adolescentes de 12 a 18 anos.


Devido a preocupação da Organização com a população carente da região, em 1999 assumiu o Projeto de Creche no Jardim São Francisco atendendo a 206 crianças, na faixa etária de 0 a 3 anos, sendo a Creche Municipal Jardim São Francisco conveniada com a SAS/ PMSP. Atualmente o Centro de Educação Infantil Jardim São Francisco atende 206 crianças conveniadas e 20 crianças fora do convênio, totalizando 226 crianças.


A Organização, juntamente com o Fórum de Defesa da Criança e Adolescente preocupada com o avanço da violência da região, com as expressões de violação de direitos das crianças e adolescentes e com a precarização das relações familiares de trabalho, de moradia e de todas as formas de convivência social, iniciou em Agosto de 2001 o trabalho do Centro de Defesa da Criança e Adolescente com trabalho voluntário. Conseguiu firmar convênio em Novembro de 2001 com SAS/PMSP, através da verba do FUMCAD (Fundo Municipal da Criança e Adolescente). Em 01 de Julho de 2002, o Centro de Defesa da Criança e Adolescente tornou-se Política Pública, através da portaria SAS/GAB nº 30, de 20 de Junho de 2002, firmando desta forma convênio com a SAS/PMSP a partir de Julho de 2002, com o atendimento a 100 crianças e adolescentes/mês, atualmente o Projeto passou a ser reconhecido como Serviço de Proteção Jurídico-Social e Apoio Psicológico à Criança, Adolescente, Jovens e Famílias em Situação de risco – “Pe. Luís Sütter”, este serviço foi extinto em Outubro/2008.


Em Setembro de 2002, a Organização iniciou o atendimento no Centro de Educação Infantil Santo Dias com atendimento a 90 crianças, na faixa etária de 2 a 5 anos e 11 meses. Atualmente foi realizado aditamento devido às dificuldades com o espaço físico, foi necessário diminuir a quantidade de atendimento da C.E.I., passando a atender 60 crianças de 2 à 3 anos.


Também no ano de 2002 iniciou as atividades com o Centro de Atendimento à Mulher “Cidinha Kopcak” com atendimento a 110 mulheres vítimas de violência física, psicológica. Esse atendimento inicia-se a partir dos 18 anos. Atualmente o Projeto é reconhecido como Núcleo de Defesa e de Convivência da Mulher “Cidinha Kopcak”.


Em Março de 2003, iniciou o trabalho de Estímulo Cultural através da parceria de Incentivo a Cultura, com a Secretaria da Cultura, com atendimento a 100 jovens e adultos/mês. Atualmente este Projeto não está em funcionamento, devido às dificuldades financeiras e falta de verba para este atendimento.


Em 2003 foi implantado o Centro de Atenção Psicossocial em Álcool e Drogas “Liberdade de Escolha” que tem como objetivo atender crianças, adolescentes, jovens e adultos, usuários de substâncias químicas em regime ambulatorial, oferecendo-lhes condições (concretas e emocionais) para que possam por vontade própria deixar de fazer uso das drogas, a partir da compreensão de seus efeitos e conseqüências para si próprio e para seus familiares e sociedade.


Em 2004, a Organização assumiu o Núcleo de Convivência para Idoso “Verbo Divino” I com atendimento a 50 idosos em período integral e o Núcleo de Conivência para Idoso “Verbo Divino” II com atendimento a 60 idosos em período parcial. Ambos serviços atendem idosos acima de 60 anos, de ambos os sexos, com o objetivo de criar um espaço de referência e convivência.


Em 2005 a Organização assumiu o CRAF São Rafael, atualmente denominado Casa da Família - Centro de Referência Ação Família e o Núcleo Sócioeducativo para Adolescentes e Jovens de 15 a 18 anos - Projeto Agente Jovem de Desenvolvimento Social e Humano, atualmente denominado Centro para a Juventude – Agente Jovem I – faixa etária de 15 a 18 anos.


A Casa da Família - Centro de Referência Ação Família São Rafael visa atender 1.050 famílias residentes nos setores censitário de alta e muito altos vulnerabilidade e tem como objetivo o enriquecimento e ampliação das potencialidades pessoais, comunitárias e profissionais.


O Centro para a Juventude – Agente Jovem I – faixa etária de 15 a 18 anos visa oferecer atendimento e acompanhamento a adolescentes e jovens de ambos os sexos, em situação de vulnerabilidade e risco pessoal e social, que prioritariamente estejam fora da escola.


Em Maio de 2008, a Organização assumiu o Núcleo de Proteção Psicossocial Especial São Mateus, o Núcleo de Proteção Psicossocial Especial São Rafael e o Núcleo de Proteção Psicossocial Especial Vila Formosa com atendimento a 120 adolescentes de 12 a 18 anos, extensivo aos 21 anos em cada núcleo, e têm como objetivo o acompanhamento aos adolescentes e jovens autores de ato infracional, inseridos em medidas sócio-educativas em meio aberto - de Liberdade Assistida (LA) e Prestação de Serviços a Comunidade (PSC), e seus familiares em ciclo de violência, visando à reflexão e reorganização da vida pessoal e social em sua comunidade.


Em Junho de 2008 foi implantado o Centro de Atenção Psicossocial em Álcool e Drogas “Itaquera” que tem como objetivo atender crianças, adolescentes, jovens e adultos, usuários de substâncias químicas em regime ambulatorial, oferecendo-lhes condições (concretas e emocionais) para que possam por vontade própria deixar de fazer uso das drogas, a partir da compreensão de seus efeitos e conseqüências para si próprios e para seus familiares e sociedade.


Em Janeiro de 2009 foi implantado Núcleo de Convivência para o Idoso um no Distrito do São Rafael e outro no de Iguatemi , com o objetivo de atender idosos.


promover o auto conhecimento quanto a condição do idoso, a (re) discussão de sua relação com outro, favorecendo um processo de envelhecimento ativo e saudável, a motivação para novos projetos de vida e a prevenção ao isolamento e o asilamento.


Em Dezembro de 2009 foi implantado o Centro da criança e adolescente, o atendimento a 60 crianças na faixa etária de 6 a 15 anos, de 2ª à 6ª feira, no horário das 08:00h. às 17:00h., desenvolvendo atividades de estimulação, recreação e iniciação escolar.


Ainda existem vários desafios a serem vencidos, entretanto, hoje a Organização conta com um grupo de trabalhadores dispostos a atingir os objetivos traçados por cada núcleo e está com uma diretoria participativa. Essa nova diretoria busca parceiros para contribuir com o desenvolvimento qualitativo e quantitativo fomentando as necessidades dos núcleos acima descritos. Têm buscado capacitar seus funcionários para que possam atender com mais qualidade as crianças, adolescentes e adultos que freqüentam os projetos, também aprimorando seus conhecimentos e esclarecendo a comunidade de quais são os objetivos da Organização com os trabalhos que vem realizando.


<< Voltar